O senador em exercício Chiquinho Feitosa (UB), ex-líder do DEM no Ceará, deve anunciar a sua filiação ao PSDB na próxima segunda-feira, 18, segundo fontes ligadas ao parlamentar e aos tucanos informaram a reportagem. Um evento com a presença do senador licenciado Tasso Jereissati (PSDB), de quem Feitosa é suplente, está previsto para ocorrer ao meio-dia desta segunda-feira, 21, na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE).

Segundo uma fonte relatou, há “interesses” relacionados à migração do senador para os quadros tucanos no Ceará. Outra fonte sinalizou que é natural que Chiquinho deixe o União Brasil caso seja oficializada a presidência do deputado federal Capitão Wagner (Pros) na sigla.

Nos bastidores, Chiquinho chegou a disputar a presidência estadual do União Brasil, legenda que surgiu da fusão entre DEM e PSL, com Wagner, mas em evento nesta semana, Wagner foi anunciado como futuro presidente da União Brasil no Ceará. Enquanto Wagner é nome forte da oposição ao governo estadual, Chiquinho está ligado ao atual grupo governista.

Com isso, o senador passou a ser cotado para deixar os quadros do UB. Nesta sexta-feira, 18, Feitosa esteve reunido com o ex-senador e líder estadual do PSDB, Luiz Pontes. Durante o encontro, Chiquinho postou foto nas redes sociais. “Alegria imensa em receber a visita do (ex-)senador Luiz Pontes. Essa amizade é antiga e pautada no respeito e admiração mútua. Sempre caminhando juntos”, escreveu.

 

Fonte: O Povo