O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) promove mais uma edição da CeArt Itinerante entre os dias 26 e 28 de abril, nos municípios de Cedro, Iguatu e Quixelô, na região Centro-Sul.

A ação tem como objetivo levar aos artesãos serviçCeArt Itineranteos como oficinas, cadastro e renovação das identidades artesanais, certificação de produtos, palestras, exposição e venda de peças.

Por meio da emissão de identidades artesanais, a SPS reconhece a legitimidade do artesanato e traz benefícios como a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na venda de produtos e a capacitação em cursos gratuitos de aprimoramento e atualização de técnicas.

Para se cadastrar no Programa de Desenvolvimento Sustentável e Inclusivo do Artesanato e receber a identidade artesanal, os interessados devem comparecer com documentação (RG, CPF e comprovante de residência), um produto pronto na tipologia e técnica na qual pretende se cadastrar e material para realizar o teste de habilidade, que é a confecção presencial do produto desde o início.

No total, aproximadamente, 36 mil artesãos e/ou entidades artesanais estão cadastrados e 86 entidades artesanais ativas na CeArt.

De 2015 a 2021, 31.010 artesãos participaram de capacitações para o fortalecimento do artesanato e assessoramento técnico de melhoria da qualidade artesanal. No mesmo período, a CeArt já intermediou a comercialização de 422.022 peças artesanais, movimentando mais de R$ 13,7 milhões em vendas.

A coordenadora do Artesanato do Ceará, Patrícia Liebmann, destaca a importância da ação para valorizar o artesanato no Ceará.