O governador do Ceará, Elmano de Freitas, esteve reunido, nesta sexta-feira (20), em João Pessoa, com os governadores da Região Nordeste para propor e discutir projetos prioritários para o desenvolvimento regional, bem como dos nove estados. Os projetos serão apresentados ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no próximo dia 27 de janeiro.

Na reunião, que marcou a primeira assembleia do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste em 2023, os governadores discutiram questões como a recuperação das receitas, afetadas pelas perdas de arrecadação com as mudanças do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), a conclusão da Transposição do Rio São Francisco e o potencial do Nordeste para produzir e exportar energias renováveis.

Nordeste justo e produtivo

Na oportunidade, o governador Elmano de Freitas defendeu que projetar o desenvolvimento regional passa, prioritariamente, pela justiça social, com foco no combate à fome, saúde e segurança para a população.

O governador Elmano de Freitas defendeu que os estados da Região discutam uma política conjunta para combater a fome.

Na área da saúde, o governador destacou a necessidade de uma cooperação para reduzir a fila de cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde (SUS) e infraestrutura para garantir saneamento básico ao cidadão.

Na saúde, o governador destacou o compromisso em fazer um mutirão de cirurgias eletivas, com o apoio do Governo Federal.

Na infraestrutura, o desafio, segundo o governador, é garantir saneamento básico universalizado até final de 2026.

Aliado a isso, segundo o gestor, a economia da Região pode ser acelerada com a desburocratização e investimentos na área da transição energética. Para Elmano, os estados do Nordeste apresentam vantagens competitivas frente a outras regiões.

Ele destacou ainda a necessidade dos estados debaterem em conjunto uma proposta de Reforma Tributária.

Segurança

O governador propôs ainda a integração das forças de segurança entre estados e o Governo Federal para combater o problema da violência.

Consórcio Nordeste

Ao fazer uma avaliação da atuação do Consórcio Nordeste nos últimos anos, o novo presidente da entidade, o governador da Paraíba, João Azevêdo, falou sobre a importância da retomada do diálogo com o Governo Federal.

Criado em 2019, o Consórcio Nordeste, por meio da colaboração entre os nove estados da Região, busca atrair investimentos e alavancar projetos de forma integrada, constituindo-se, ao mesmo tempo, como uma ferramenta de gestão criada e à disposição dos seus entes consorciados, e como um articulador de pactos de governança.