O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin / Foto: Reprodução

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Edson Fachin, respondeu
nesta segunda-feira (13) à cobrança mais recente do ministro da Defesa,
Paulo Sérgio Nogueira, sobre as eleições de 2022.

O magistrado mencionou o “necessário diálogo institucional” como meio para
fortalecer a democracia, dias após o general afirmar que as Forças
Armadas se sentem desprestigiadas no debate sobre o sistema eletrônico de
votação.

Em documento de três páginas, Fachin evitou escalar a crise com os
militares.

O presidente do TSE não repetiu o argumento de que a eleição é assunto civil.
Ele apenas afirmou que as Forças Armadas estão entre as entidades
habilitadas para fiscalizar o pleito deste ano, conforme resolução da corte
aprovada em dezembro de 2021

PODCAST DIÁLOGO MAIS – A violência contra o idoso