Em 14 de junho, celebra-se, em âmbito mundial, o Dia do Doador de Sangue. A data é tradicionalmente comemorada nos postos do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), equipamento vinculado à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Nesse sentido, uma programação está realizada para parabenizar os voluntários e conscientizar mais pessoas acerca da importância de manter a regularidade do gesto.

O objetivo desta data é homenagear a todos os doadores de sangue e conscientizar os não-doadores sobre a importância deste ato, que é responsável pela salvação de milhares de vida.

A data foi criada por iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2014, e o dia escolhido é uma homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner (14 de junho de 1868 – 26 de junho de 1943), um imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e várias diferenças entre os diversos tipos sanguíneos.

Com a solidariedade dos doadores, o Hemoce mantém o atendimento transfusional em mais de 480 unidades de saúde em todo o Estado.

Junho Vermelho

Incorporado à união de esforços, destaca-se o Junho Vermelho. Criada em 2015 pelo movimento Eu Dou Sangue, a ação surgiu para aumentar o número de doações neste período em que a adesão tende a ser menos expressiva em virtude das temperaturas tradicionalmente mais baixas em algumas regiões brasileiras. Por ser também um período de férias escolares, muitas famílias viajam, fato que contribui para a redução do estoque de sangue em alguns hemocentros.

Doe Sangue

Para se candidatar à doação de sangue, é preciso estar saudável, bem alimentado, pesar acima de 50 kg, ter entre 16 e 69 anos e apresentar um documento oficial com foto. Os menores de idade devem portar o Termo de Consentimento padrão assinado por pais ou responsável legal.

Para oferecer atendimento ágil, o Hemoce está recebendo doadores com hora marcada. Os voluntários podem agendar um horário pelo site doador.hemoce.ce.gov.br ou pelos telefones de contato de cada unidade.