(Foto: Reprodução)

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, usou as redes sociais para compartilhar um vídeo atacando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera a disputa presidencial, e as religiões de matriz africana. No vídeo, que afirma que Lula “entregou sua alma para vencer essa eleição”, Michelle diz: “isso pode, né! Eu falar de Deus, não”.

A primeira-dama vem sendo alvo de críticas por ter promovido cultos e vigílias religiosas no Palácio do Planalto, além de já ter dito que o local já foi “consagrado a demônios”.

A afirmação de que Lula teria “entregue a alma” foi feita pela vereadora paulistana Sonaira Fernandes (Republicanos), e repostada por Michelle.

Ao usar o vídeo para atacar Lula, a parlamentar disse não lutar “contra a carne nem o sangue, mas contra os principados e potestades das trevas”. “O cristão tem que ter a coragem de falar de política hoje, para não ser proibido de falar de Jesus amanhã”, completou.

O vídeo utilizado por Sonaira e repostado por Michelle já foi alvo de uma representação da Coalizão Negra por Direitos, que apontou a existência e promoção de discurso de ódio contra as religiões de matriz africana.

Na ocasião, o grupo destacou que as associações do gênero possuem cunho racistas, extrapolam o limite da liberdade de expressão e visam causar indignação e ódio.

Fonte: Brasil 247