O soldado da Polícia Militar do Ceará (PMCE) Khlisto Sanderson Ibiapino de Albuquerque, preso em julho deste ano por exercício ilegal da Medicina em uma cidade cearense, foi alvo da Operação Curandeiros, deflagrada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) na última quinta-feira (15).

O MPRN divulgou que um médico e dois falsos médicos são suspeitos de cometer os crimes de exercício ilegal da Medicina, falsidade ideológica e associação criminosa, em municípios do Interior do Rio Grande do Norte. Dois deles foram presos em flagrante, na posse de ilícitos – inclusive Khlisto Sanderson, confirmou o MPRN. O policial militar estava com documentos falsos.

Secretários municipais de Saúde também são investigados. A investigação foi iniciada por uma denúncia anônima de que dois falsos médicos atuavam no Centro de Saúde Tibúrcio da Silveira Freire, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde de Ipanguaçu.

Fonte: Diário do Nordeste

PODCAST DIÁLOGO MAIS – Papo de política com o empresário Sá Vilarouca