Essa não será a primeira universidade a trazer Bruce para os reinos da academia (Foto: Divulgação)
A Universidade de Rutgers, em Nova Jersey, nos EUA, vai ministrar uma categoria sobre as referências bíblicas na obra de Bruce Springsteen, um dos principais músicos americanos da atualidade.

O curso terá a duração de um semestre letivo e abordará toda a carreira do artista, desde “Greetings from Asbury Park”, de 1973, até seu último trabalho, “Wrecking ball”, de 2012.

“Teologicamente, eu diria que os motivos mais dominantes são a redenção – a travessia do deserto e entrar na Terra Prometida. E a santidade do cotidiano Springsteen tenta arrastar o poder dos símbolos religiosos, que geralmente são relegados a uma realidade transcendente em nosso mundo vivido. Nos seus álbuns, mais tarde, ele também escreve muito abertamente sobre a fé”, diz o professor Azã Yadin-Israel.

Curiosamente essa não será a primeira universidade a trazer Bruce para os reinos da academia. A Universidade de Princeton tem um curso de sociologia na “América do Bruce Springsteen”, enquanto a Universidade de Monmouth, em Nova Jersey (EUA), tem simpósios sobre o legado do astro do rock. Enquanto isso, a Universidade de Rochester, em Nova York, ofereceu um curso de história baseado no músico.
Fonte: Território da Música