São Paulo. As tentativas de fraude contra o consumidor conhecidas como roubo de identidade cresceram 9,4% em maio, na comparação com o mês anterior, segundo indicador da Serasa Experian.

(Foto:Divulgação)
Esse tipo de golpe ocorre quando dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios sob falsidade ideológica ou obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos. Segundo o levantamento, maio registrou 171.325 tentativas de roubo de identidade – uma a cada 15,6 segundos.

Na comparação do acumulado do ano (janeiro a maio) em relação ao mesmo período de 2013, no entanto, o indicador apresentou queda de 1,8%. Em relação só a maio do ano passado, o recuo foi de 2,9%.

Conforme o Serasa, o segmento de telefonia respondeu por 64.329 registros, totalizando 37,5% do total de tentativas de fraude realizadas em maio de 2014, representando queda frente aos 37,9% registrados pelo setor em igual mês de 2013.

Já o setor de serviços – que inclui construtoras, imobiliárias, seguradoras e serviços em geral (salões de beleza, pacotes turísticos etc.) – teve 54.823 registros, equivalente a 32% do total. No mesmo período no ano passado, este era o setor respondeu por 33,0% das ocorrências. Por sua vez, setor bancário é o terceiro do ranking em maio, com 34.632 tentativas, representando 20,2% do total.

 

Fonte: Diário do Nordeste