Microsoft: Windows 11 pode abandonar painel de controle

(Foto: Reprodução)

As atualizações recentes da Microsoft sugerem que o Windows 11 pode abandonar o painel de controle em breve. A plataforma de configurações do computador baseada no layout do Windows 8 e que até então podia ser acessada em paralelo ao menu “Configurações” do Windows 10 pode ser substituída por uma nova dashboard.

Nas últimas versões de testes do Windows 11, a Microsoft moveu as configurações avançadas de rede para uma nova página no aplicativo configurações, que inclui o compartilhamento de pastas, impressoras e opções de descoberta de rede.

Anúncio

Além disso, alguns links para a seção do painel de controle utilizados para a desinstalação de aplicativos também foram reposicionados para a ferramenta de configurações.

Microsoft planeja abandonar o painel de controle desde o Windows 10
As novas atualizações refletem um desejo antigo da Microsoft, que desde o Windows 10 tenta desvincular a interface do seu sistema operacional das versões mais antigas. Alguns recursos, no entanto, ainda não haviam sido incorporados aos menus mais novos da empresa.

A Microsoft originalmente introduziu um aplicativo Configurações separado no Windows 8, como uma forma de revisar seu Painel de Controle tradicional. Os dois existiram lado a lado por motivos de suporte legado, assim como a Microsoft tinha dois navegadores (Internet Explorer e Microsoft Edge) dentro do Windows 10.

De acordo com a fabricante, estas configurações de legado eram os únicos motivos que ainda a impediam de abandonar completamente ao visual anterior. Com a chegada do Windows 11, no entanto, muitos dos aplicativos receberam um novo visual, além de alguns recursos terem sido simplificados.

De acordo com a empresa, em 2022, as atualizações do novo sistema operacional devem acontecer mensalmente e outras mudanças na interface também chegarão ao Windows.

Fonte: Olhar Digital