Elon Musk fez uma enquete no Twitter questionando os usuários se ele deveria ou não deixar o cargo de CEO da rede social. Porém, o tiro parece ter acabado saindo pela culatra e o resultado não agradou muito o bilionário.

A votação recebeu mais de 17,5 milhões de votos e 57,5% dos usuários pediram que Musk deixe o cargo de chefe do Twitter, enquanto 42,5% acreditam que ele deve continuar comandando a rede social.

No entanto, parece que Musk não ficou muito empolgado com o resultado da enquete. Após um período de silêncio, o empresário respondeu com “Interessante” à uma publicação que apontava que os resultados da pesquisa foram distorcidos por perfis falsos.

Outro tweet dizia que “os assinantes da Blue devem ser os únicos que podem votar em pesquisas relacionadas a políticas”. Elon Musk parece ter concordado com a recomendação e afirmou que o Twitter colocará essa mudança em prática.

No último final de semana, Elon Musk havia decidido que usuários não poderiam mais compartilhar links de outras redes sociais no Twitter. Após a reação negativa dos usuários, o bilionário desistiu da mudança e disse que todas as decisões importantes sobre as diretrizes serão decididas pelos próprios usuários da plataforma.

O perfil do Twitter Safety lançou uma enquete questionando os usuários sobre a possível mudança. “Devemos ter uma política que impeça a criação ou o uso de contas existentes com o objetivo principal de anunciar outras plataformas de mídia social?”, dizia a mensagem. O resultado da enquete acabou sendo negativo, como já se esperava.

Fonte: Olhar Digital

PODCAST DIÁLOGO MAIS – Papo de política com o empresário Sá Vilarouca