Derrotado em primeiro turno na disputa pelo Governo do Estado, Capitão Wagner (União) anunciou, na noite desta segunda-feira (3), apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PL) na eleição presidencial.

O anunciou foi feito durante live nas redes sociais com a deputada federal eleita Dayany Bittencourt (União), que é esposa do parlamentar.

“A gente vai viajar o Estado do Ceará todo e viabilizar material de campanha. Fazer uma campanha bonita, sem agredir ninguém como foi o primeiro turno. A gente não precisa agredir nem falar mal de ninguém. A gente só precisa declarar a nossa posição que vai ser firme, vai ser forte”, declarou o deputado federal.

De acordo com o parlamentar, a intenção é que o percentual de votos em Bolsonaro possa chegar ao patamar de 35% a 40% dos votos válidos.

Capitão Wagner não fez campanha para o presidente Jair Bolsonaro no primeiro turno no Ceará. O fato acabou causando desgastes com bolsonaristas mais fervorosos. Agora, o parlamentar promete empenho na campanha nacional.

Fonte: Diário do Nordeste