O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou, nesta 6ª feira (21.out), que russos estão minando uma barragem em central hidroelétrica na região de Kherson, no sul da Ucrânia. O anúncio ocorre enquanto o país já enfrenta restrições no consumo de energia, já que, no início da semana, Zelensky disse que 30% das centrais elétricas ucranianas foram destruídas por bombardeios russos.

O líder ucraniano pediu ajuda do Ocidente para intervir nos ataques. “Todos no mundo precisam agir com força e rapidez”, disse Zelenky em vídeo publicado nas redes sociais. “Destruir a barragem causaria uma catástrofe em grande escala”, alertou.

“Temos de agir juntos – europeus, líderes mundiais, organizações internacionais – para deixar claro ao estado terrorista que um ataque destes seria exatamente igual a usar armas de destruição em massa”, pediu o presidente.

Na 5ª feira (20.out), o ministro da Energia da Ucrânia, Herman Halushchenko, denunciou mais de 300 ataques russos contra usinas elétricas apenas em outubro. Como muitas das infraestruturas foram totalmente destruídas, o país impôs restrições ao uso de eletricidade em todos os estados.

Pelas redes sociais, Zelensky informou que o governo está trabalhando para implementar um sistema de defesa aérea, com o auxílio da Alemanha. “Faremos todo o possível para restaurar as capacidades energéticas normais do nosso país. Mas leva tempo. E isso requer nossos esforços conjuntos”, disse.

Fonte: SBT News

MAIS SAÚDE – A VARÍOLA DOS MACACOS