A Amazon encerrou o programa de doações AmazonSmile, que redirecionava 0,5% do custo de todos os produtos elegíveis para instituições de caridade. A empresa alegou que o programa nunca alcançou o impacto esperado, mas, em momento de crise no setor de tecnologia, a justificativa foi recebida com desconfiança. Instituições que participaram do programa receberão uma doação equivalente ao valor de três meses, segundo a empresa. Com esse encerramento, mais demissões são esperadas já que havia equipe dedicada ao produto.

Falando em demissão, nesta semana, a empresa começou a notificar funcionários incluídos na nova rodada de cortes, que pretende reduzir o quadro da Amazon em cerca de 18.000 pessoas.