Foi apreendido, na última sexta-feira, 9, um adolescente de 16 anos investigado pela suspeita de envolvimento no triplo homicídio ocorrido em 6 de novembro último em Paracuru (Região Metropolitana de Fortaleza). A autuação do jovem, realizada pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), porém, aconteceu por causa de um ato infracional análogo ao crime de roubo.

A apreensão ocorreu em meio a uma ação das forças de segurança do Estado para combater homicídios e a atuação de facções criminosas no município. Uma operação policial foi realizada a partir de um relatório investigativo elaborado pela Polícia Civil do Ceará (PC-CE) e pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), com apoio da Polícia Militar.

O relatório apontou diversas pessoas que seriam envolvidas diretamente nas facções Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE) em Paracuru e municípios vizinhos. O triplo homicídio do último dia 6 de novembro também foi decorrente da disputa entre facções criminosas, apontou a investigação.

Conforme o inquérito nº 519-74/2022, as vítimas divulgaram em redes sociais fotografias alusivas à facção rival a dos criminosos, “o que fomentou a fúria dos investigados”.

O crime vitimou Fabrício Trajano do Nascimento, Moisés dos Santos Pereira e Anderson Lucas de Souza Rocha — este último músico conhecido como DJ Miau. Os três foram arrebatados pelos criminosos e levados até a localidade de Pedra Rachada, onde foram executados em uma região de dunas. As vítimas tinham 15, 16 e 19 anos.

Fonte: OPovo

MAIS SAÚDE – A VARÍOLA DOS MACACOS