(Foto: Reprodução)

O Mundial do Catar 2022 juntará as grandes estrelas do futebol neste ano. Mas como apenas 32 seleções se classificam para disputar a Copa do Mundo, alguns craques tiveram de ficar de fora do torneio.

A competição terá início no dia 20 de novembro, e o Brasil está no grupo G, junto de Sérvia, Suíça e Camarões.

Erling Haaland, jogador norueguês do Manchester City, é um dos destaques do futebol mundial, tendo sido uma das grandes transferências da última janela europeia. A Noruega, porém, ficou em terceiro lugar no seu grupo das eliminatórias, atrás de Holanda e Turquia.

O egípcio Mohamed Salah também ficará de fora do torneio deste ano. Destaque do Liverpool e da Premier League, havia conseguido classificar sua seleção para a Copa do Mundo da Rússia, de 2018. Porém, não repetiu o feio neste ano. O Egito foi eliminado pelo Senegal, de Sadio Mané, ex- companheiro de Salah no Liverpool.

Outro jogador dos Reds que não estará na Copa de 2022 é o colombiano Luis Diaz. Segundo o transfermarkt, a transferência para o clube inglês custou mais de US$ 50 milhões (R$ 255 milhões). A Colômbia ficou em sexto lugar na eliminatória sul-americana, um atrás da vaga para a repescagem. A seleção buscava a terceira classificação seguida para o Mundial.

O Chile é outra equipe da América do Sul que não estará na Copa do Catar. Assim, Alexis Sánchez também fica de fora da competição mais importante do futebol. Ele faz parte de uma geração chilena que ganhou duas Copas América e disputou os Mundiais da África do Sul e Brasil. Esta é a segunda Copa seguida sem o Chile.

Aos 40 anos, Zlatan Ibrahimovic marcou 492 gols em sua carreira por diversos clubes, como Ajax, Barcelona, Milan e Manchester United. Mesmo que a Suécia tenha jogado a Copa da Rússia, ele não havia sido convocado para o torneio. Este ano, a seleção sueca caiu para a Polônia nas classificatórias.

Fonte: CNN Brasil