Um mês após serem abandonadas pela mãe, 4 crianças são achadas sozinhas em casa: ‘estavam sem comer, sujas e com piolhos’, diz conselheiro tutelar

(Foto: Reprodução)

Quatro meninas de 2, 4, 7 e 11 anos foram encontradas sozinhas em casa, na comunidade do Pilar, no Centro do Recife, nesta quarta (24). Segundo o conselheiro tutelar Thalles Pitter, as irmãs foram abandonadas pela mãe há um mês. “Encontramos a casa insalubre, crianças sem comer, sujas, fora de peso, com feridas e piolhos”, disse.

Após constatar o abandono, o conselho tutelar acionou a Polícia Militar (PM) e as crianças foram levadas para o Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) para a realização dos procedimentos legais. Na unidade policial, uma delas chegou a fugir.

Anúncios

“A menina de 11 anos fugiu do local, em um momento de descuido, mas foi encontrada na casa da família paterna. A polícia encontrou e levou para o departamento para terminar a ocorrência”, detalhou o conselheiro tutelar.

Segundo Thalles Pitter, as meninas de 7 e 11 anos ficarão com uma tia paterna, que assinou um termo de entrega e responsabilidade.

“As outras duas meninas, de 2 e 4 anos, são de outro pai. A família materna não tem condições e elas vão para uma casa de acolhimento institucional do município”, destacou.
O conselheiro disse que a denúncia do abandono foi recebida na noite da terça e confirmada na manhã desta quarta.

“Fomos ao local verificar a veracidade e encontramos o abandono. A mãe havia saído de casa há um mês e deixado as crianças sozinhas. É uma mulher de 26 anos que faz uso de bebida alcoólica e tem histórico da prática de mendicância. A polícia deve tentar localizar a mãe”.
O g1 questionou à Polícia Civil sobre a investigação do caso, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Fonte: G1

Artigo anteriorFacebook Messenger ganha novo app no Windows 10 e 11
Próximo artigoPrefeitura de SP cobra governo federal por passaporte da vacina para estrangeiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui