Uma família de Cajazeiras, no interior da Paraíba, quase se tornou milionária depois que um menino, de apenas 10 anos, preencheu um bilhete da Mega da Virada com as seis dezenas sorteadas. O palpite, entretanto, não valeu, pois a mãe dele não fez a aposta.

Em entrevista, Linda Inês, mãe do sortudo Pedro Henrique, revelou ter sonhado com a vitória na Mega, mas, como o vislumbre não mostrou quais números escolher, ela resolveu fazer dois jogos. Na ida à lotérica, aproveitou para trazer outros bilhetes em branco para casa, pedindo que o filho os marcasse.

Em um primeiro momento, o menino não entendeu como funcionava a marcação, chegando a escolher números sequenciais. Inês, então, explicou que ele deveria variar os algarismos, o que fez Pedro Henrique marcar 04, 05, 10, 34, 58, 59 – os numerais sorteados.

Apesar do palpite certeiro, a aposta não foi feita: Linda Inês não voltou à lotérica e, quando tentou jogar pela internet, não conseguiu.

Logo que o resultado saiu, a mãe percebeu que o filho havia marcado as seis dezenas sorteadas, além de acertar uma quadra em outro jogo.

Fonte: Diário do Nordeste