Reunidos no auditório do Instituto Federal de Educação do Ceará, campus de Tauá, na região dos Inhamuns, na manhã desta sexta-feira, 14, agricultores que são conhecidos como profetas da chuva divulgaram previsão para a próxima quadra chuvosa (fevereiro a maio).

Cinco de seis profetas que compareceram ao evento revelaram que as chuvas devem ficar abaixo da média para o período.

O 3º Encontro dos Profetas da Chuva dos Inhamuns tem por objetivo preservar a cultura nordestina das experiências e das previsões sobre o chamado inverno – período de chuva para o sertanejo. Os agricultores olham a natureza, verificam as plantas, lua, estrelas, vento e comportamento dos animais.

“Em janeiro e fevereiro vai chover bem, mas março e abril vai ser ruim. Aí volta a ter chuva boa em maio e julho”, prevê Hélder Cortez, diretor da Cagece e fundador do tradicional encontro dos profetas da chuva de Quixadá.

Os campi de Tauá e de Boa Viagem do IFCE e o Centro de Educação, Ciências e Letras dos Inhamuns (Cecitec) da Universidade Estadual do Ceará (Uece) participaram da organização e promoção do evento.

O agricultor e profeta Tontonho da Barra Nova disse que faz experiência em setembro, analisando os dias que correspondem aos meses de inverno, olhando barra ao nascer e por do sol. “Herdei essa experiência de um amigo e quero dizer somente em abril e em maio teremos boas chuvas, nos outros meses vai chover menos, não teremos seca, mas se deve plantar cedo, em dezembro, início de janeiro”. Ele disse que observa também as formigas. “Elas estão caminhando em caminhos estreitos, conduzindo pouco alimento e isso não é bom”.

O profeta Valderez Lima disse que observa a estrela Dalva – a passagem de Leste para Oeste – e há indicação de que não teremos inverno. “Será fraco, é preciso ter muito cuidado”, disse. “Já deviam tá plantando”.

O neto do poeta Patativa do Assaré, Daniel Gonçalves, participou do evento e falou sobre poesia e cordel. Houve outras apresentações artísticas da Orquestra Armorial do Cariri, de violeiros e repentistas.

O profeta Francisco Arcelino do Rego, 66 anos, mais conhecido por ‘Titico Baia’, da localidade de São Miguel, em Quixeramobim. “Chove bem em janeiro e fevereiro, mas em março será muito ruim, e abril será fraco, mas em maio e junho os açudes vão chover porque haverá muita chuva”, afirmou.

Fonte: Diário Centro Sul