(Foto: Reprodução)

Setores de Serviços e Indústria estão entre os que mais registraram demanda pelo recurso financeiro.

A busca dos empreendedores brasileiros por crédito teve aumento de 15,4% em novembro de 2021 na comparação com o mesmo período do ano anterior. De acordo com o Indicador de Demanda das Empresas por Crédito da Serasa Experian, os micro e pequenos negócios foram os únicos que registraram crescimento na procura pelo recurso financeiro, marcando alta de 16,3% no ano a ano.

Entre os segmentos levantados, o de Serviços foi o que mais registrou demanda por crédito durante o mês, com alta de 25,4%. O setor de Indústrias também obteve crescimento, de 9,3%, bem como o de Comércio, com 5,8%. Já em relação às regiões do país, o Nordeste teve a maior expansão, marcando 18,2%. Em sequência estão o Sudeste (17,0%), Norte (15,8%), Sul (13,1%) e Centro-Oeste (7,7%).

Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, os micro e pequenos empreendedores continuam utilizando o crédito para garantir o funcionamento pleno dos negócios. “A fim de manter as contas em dia e reforçar os estoques para as vendas de final de ano, por exemplo, as empresas de menor porte passaram a utilizar ainda mais as linhas de crédito”, explica. “Além disso, desde o início da pandemia, o governo tem incentivado o uso desse recurso financeiro de diferentes formas.”

Fonte: SBT News