A privatização dos Correios e da Eletrobrás deve acontecer ainda este ano de acordo com o ministro da economia Paulo Guedes. A informação foi dita por ele nesta sexta-feira (18) durante o Seminário Economia Brasil, que reuniu empresários em um hotel de Fortaleza. O ministro comentou que o processo de privatização da Eletrobrás será guiado pela iniciativa da transformação da estatal em uma grande corporação.

“Vamos fazer uma capitalização da Eletrobrás, ela será transformada em uma grande corporação e, ao mesmo tempo, ela desbloqueia o investimento para todo o setor privado do mundo, vem eólica, vem solar, vem energia limpa, novas hidrelétricas. Inclusive porque nós vamos reconstruir a capacidade de investimento do setor público. Vamos criar o fundo de reconstrução nacional em cima dessa transformação do estado”, afirmou.

Além dos Correios e da Eletrobrás, Guedes disse que o Governo Federal planeja concluir a privatização dos terminais portuários de Santos, em São Paulo, e de Vitória, além dos aeroportos Santos Dumont e Galeão, no Rio de Janeiro, e do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, também projetos para 2022.

“Nesse ano, nosso projeto: Eletrobrás, Correios, porto de Santos, o maior porto da América do Sul, porto de Vitoria, aeroporto Santos Dumont, aeroporto de Congonhas, em São Paulo e aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro. Isso tudo nós estamos trabalhando”, declarou

Guedes afirmou que o processo de privatização das empresas e recursos da União está vinculado ao processo de reconstrução da capacidade de investimentos do setor público.

Fonte: G1 CE

PODCAST DIÁLOGO MAIS – A violência contra o idoso