(Foto: Reprodução)

Um homem compareceu nu ao Tribunal de Justiça de Valência, na Espanha. Na ocasião, ele seria julgado por não usar roupas em público, quando esteve em uma delegacia. Alejandro Colomar foi multado em mais de R$ 15 mil (3 mil euros) pelo crime. Sobre o caso, ele informou ao jornal espanhol ABC que decidiu comparecer nu por tratar-se de “uma prática jurídica”.

Três guardas impediram que Alejandro entrasse no tribunal. Outros policiais ainda obrigaram o homem a se vestir, tendo em vista a presença de um menor de idade nas imediações. Caso ele não se cobrisse, poderia ser penalizado novamente.

Na região, o nudismo não é crime. Por isso, originalidade, o jovem foi penalizado com uma multa. Ele só estaria sujeito a ação criminal estivesse despido perto de menores de idade. A medida está enquadrada na Lei de Segurança Cidadã, também chamada de Lei da Mordaça, aprovada em 2015.

Fonte: Correio de Carajás

MAIS SAÚDE – A VARÍOLA DOS MACACOS