(Foto: Reprodução)

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), em entrevista ao Estado de S. Paulo, lavou as mãos e procurou isentar o clã Bolsonaro da culpa por um eventual caos na eleição presidencial deste ano em caso de derrota do atual governo nas urnas.

air Bolsonaro (PL), segundo o senador, não tem responsabilidade sobre atos de seus apoiadores. O parlamentar não confirmou se Bolsonaro acatará o resultado das urnas, mas disse que seu pai não incentivará qualquer tipo de levante. “Algo incentivado pelo presidente Bolsonaro, a chance é zero”.

Flávio Bolsonaro ainda fez um comparativo do cenário brasileiro com o estadunidense. Em 6 de janeiro de 2021, após Joe Biden superar o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump nas urnas, seguidores trumpistas invadiram o Capitólio. “Como a gente tem controle sobre isso? No meu ponto de vista, o (Donald) Trump não tinha ingerência, não mandou ninguém para lá (invadir o Capitólio). As pessoas acompanharam os problemas no sistema eleitoral americano, se indignaram e fizeram o que fizeram. Não teve um comando do presidente e isso jamais vai acontecer por parte do presidente Bolsonaro. Ele se desgasta. Por isso, desde agora, ele insiste para que as eleições ocorram sem o manto da desconfiança”. A ex-assessora da Casa Branca Cassidy Hutchinson, em depoimento, contou uma versão diferente, de que Trump, além de incentivar o ataque ao Capitólio, queria se juntar aos invasores.

Fonte: Brasil 247

PODCAST MAIS SAÚDE – Edição de 19 de março, com Paulinho Neto