PodMais
PodMais
Ex-prefeito de Quixelô Marconi Matos publica carta aberta ao deputado Agenor Neto
/

Na última sexta-feira, 28, o ex-prefeito de Quixelô Marconi Matos solicitou espaço no jornalismo da Mais FM Educativa para esclarecer à população sobre as afirmações do ex-prefeito de Iguatu e atual deputado estadual Agenor Neto (PMDB).

Dias antes, em uma emissora de sua propriedade, o deputado fez afirmações sobre a trajetória política de Marconi Matos e sobre a conduta do vereador Marconi Filho(PT).

Abaixo você confere o áudio com a fala de Marconi Matos durante o programa Mais Notícias, com apresentação de Paulinho Neto.

O texto da carta foi publicado também em outros meios de comunicação.

 

CARTA ABERTA AO DEPUTADO AGENOR NETO 

Semana passada, o Dep. Agenor Neto usou a emissora de sua propriedade para destratar a mim e ao meu filho. Como sempre, usou aquele tom de voz arrogante, certamente no intuito de me intimidar. A propósito vou começar dizendo que você não vai me calar, porque  não tenho medo de você.  Sempre que me provocar vai receber o troco. 

Vamos analisar sua fala. 

A CPI DO ATERRO SANITÁRIO 

O que sei sobre CPI é o que todos os investigados sentem, até mesmo naquelas CPIs que são instaladas na Câmara ou no Senado Federal: Medo!  

A CPI do aterro sanitário de Iguatu foi instalada pela Câmara de Vereadores em razão de denuncias de muitas irregularidades naquela obra, inclusive com desvios de dinheiroTenho conhecimento de que você tentou em Fortaleza uma manobra para inviabilizar essa CPI. Não conseguiu. A investigação está em curso. Certamente voltaremos ao assunto analisando as entranhas de todo processo de construção e aplicação dos recursos federais. 

MARCONI FILHO  

 A sua revolta parte do fato de Marconi Filho ter sido escolhido por seus pares para presidir essa CPI. Até o momento Marconi Filho está trabalhando com total isenção de ânimos sem prejulgá-lo e sem emitir parecer de juízo sobre você. Não parta do principio de que ele vai lhe achar culpado de alguma irregularidade e denunciá-lo ao Ministério Público. Qual o seu medo? Se não deve, não tema. 

Como é de seu feitio, parte para usar um expediente baixo tentando denegrir a personalidade de Marconi Filho, chamando-o de malandro e venal. Malandro é você que não tem escrúpulos usando até aliados seus, no caso o Prefeito Aderilo, para atingir seus objetivos. Você diz que Marconi Filho procurou Aderilo e que ele teria prometido se filiar no partido dele, votar em você, votar em seu deputado federal, Anibal Gomes,( aquele que é investigado por corrupção, não lembra?), em seu governadorEunicio Oliveira, em troca de quatrocentos mil reais.  
A mentira tem pernas curtas,  pois se Marconi Filho se filiasse ao Partido de Aderilo, além de trair o PTzinho como você chama, perderia também o mandato de vereador que lhe foi dado pelo povo. Nas outras suas mentirosas afirmações ele estaria traindo a mim, a Rebeca, ao Didi e a Karine,  trocando o nosso apoio pelo seu. Trocando a nossa amizade e o amor de família por um homem sem caráter como você. Vale lembrar o episódio imoral e grotesco quando da recente eleição da mesa da câmara. Recebi na minha casa um dos maiores amigos seus que veio tentar mudar o voto de Marconi Filho através de uma negociação financeira. Naquela ocasião a oferta era milionária. Não só Marconi Filho, todos os vereadores foram “peitados”, mas recusaram o seu sujo dinheiro.  Por fim quero lhe dizer que a sociedade de Iguatu já formou conceito sobre a personalidade de Marconi Filho, pela sua atuação e independência como vereador. 

COOPERATIVA 

Na realidade fundei a COIGUATU, inclusive com seu pai, e a dirigi por 10 anos. Nesse período, compramos seu parque industrial e ajudamos sobremaneira todos os agricultores de Iguatu que eram associados. Da semente ao inseticida, do pulverizador ao moto bomba e o dinheiro para o custeio da lavoura, nunca faltou, enquanto fui presidente. De agricultura e cooperativismo você não entende nada. Sem maiores comprimentos quero lhe dizer que a cooperativa não quebrou. A partir de 1985 quando saí para disputar a eleição em Quixelô, acabou o plantio de algodão em Iguatu e no Ceará todo. E assim fecharam cooperativas como as do Cedro, de Aurora, de Icó, de Jucás e finalmente todas existentes no Ceará. Não posso dizer que elas quebraram. A COIGUATU está aberta. A diretoria que me sucedeu, com a falta do algodão, vendeu parte do imobilizado para pagar o financiamento da aquisição das instalações ao Banco do Brasil, montou na Chapadinha um parque industrial de beneficiamento de arroz e produção de ração animal e um apiário nas Queimadas. O empreendimento que de inicio era promissor, terminou fechando. Nem por isso vou dizer que essa nova diretoria quebrou a cooperativa. E mais, pelo que sei a COIGUATU só tem um passivo financeiro com Banco do Nordeste e é bom que você saiba que seu patrimônio hoje é um muito superior a esse débito. E finalmente para sua decepção quero lhe dizer que a COIGUATU tem uma longa história de ajudar o agricultor iguatuense. NUNCA DEU PREJUIZO NINGUÉM. Desafio a você a me trazer um agricultor que a cooperativa ficou devendo desde a minha administração até os dias de hoje.  

 QUIXELÔ, ALIANÇA ESPURIA E ESQUEMA DE CORRUPÇÃO 

Impossível falar da historia de Quixelô, sem falar em seu pai. Desde que o conheci, ainda menino, ele tinha uma vontade e determinação de ser prefeito de Iguatu. Era difícil! Não deu, mas se envolveu em todas as campanhas daqui.  Lembro da eleição de DrElpídio em que ele foi um dos artífices da vitória. Passaram um tempo juntos mas depois brigaram. Não recordo o motivo e não vem ao caso no momento. 

Seu pai sempre foi um homem inteligente, astuto, enxergava longe. Com a emancipação de Quixelô, mesmo não tendo se empenhado nela, viu a possibilidade de chegar ao poder; de ser prefeito. Como homem inteligente, como já disse, sentiu que não podia ser candidato porque perderia e me convenceu, ajudado por Roberto Costa, a ser candidato a prefeito na primeira eleição, em 1985. Partiu pra briga e, posso dizer, me fez prefeito de Quixelô. Começou aí nossa aliança. Apesar de você achar que foi o maior erro que seu pai já cometeu na vida, foi com os  fruto dessa aliança que ele começou a realizar o grande sonho de ser Prefeito e graças a essa semente é que hoje você chegou ao cargo de deputado que hoje ocupa, já que sem a força e história dele você não teria chegado a lugar algum na política.  

Fiz José Ilo prefeito em 1988. Foi difícil! Foi duro, mas o fiz. Não vou entrar em detalhes agora. Talvez futuramente. Essa aliança, ainda que espúria, conforme seu pensamento, durou 11 anos. Consolidou a liderança de seu pai, fator decisivo para o inicio da sua trajetória política, também difícil porque ele só conseguiu lhe fazer prefeito depois da 3ª ou 4ª tentativa. 

Ao contrario do que você pensa fui um bom prefeito em Quixelô. A própria população é quem atesta essa condição. Apesar de alguns erros técnicos, por conta de não prestação de contas ao final de minha ultima gestão, Quixelô não quebrou como você diz. Iguatu sim virou uma cidade estagnada, sem geração de empregos, sem atrair empresas, sendo deixada pra trás pelas cidades vizinhas inclusive o próprio Quixelô. Fui um prefeito realizador, manso e bom para o povo. Imagine você que não tenho nenhum desafeto naquele município. Muito diferente de você aqui em Iguatu. 

No que tange ao esquema de corrupção maior do mundo como você diz, me lembro de uma grande falcatrua  nos anos 90 que redundou na Operação Seguro Desemprego desbaratada pela Policia Federal na qual você estava atolado até o talo. Lembra Chico Cesar? Deveremos voltar ao assunto. 

CONSIDERAÇÕES FINAIS 

O castelo está desmoronando! Começou por Quixelô onde vocês se achavam  donos do poder e do povo. Quem diria, não é? Perderam a ultima eleição vergonhosamente.  

Aqui no Iguatu existe um sentimento no povo de que não aguenta mais. O projeto político para 20 anos já está completamente exaurido. Com ele morreu também o projeto IGUATU CIDADE DO FUTURO. O povo não acredita mais.  

Para que as coisas aconteçam tem que ter um motivo e a frustração do povo decorre da falta de governabilidade ocasionada pela sua nefasta interferência na administração municipal. Pelos boatos de pedidos de propina na liberação de loteamentos, instalação de empresas e indústrias na cidade etc. 

Termino me dando por satisfeito com essas explicações que acabo de dar,  decorrentes de seu pronunciamento. 

Iguatu  merece um futuro melhor e seu povo há de encontrar, muito em breve, um caminho para que isso aconteça. 

MARCONI MATOS.”

A Rádio Mais FM, em seu compromisso com um jornalismo sério, ressalta estar à disposição para ouvir também o deputado no sentido de levar à população a clareza dos fatos.