As últimas pesquisas antes das eleições de meio de mandato nos Estados Unidos já foram divulgadas e podem ajudar a responder à pergunta que está na cabeça de todos: quem vencerá a eleição de meio de mandato realizada nesta terça-feira (8/11) — democratas ou republicanos?

Os sinais são de que o Partido Republicano está prestes a retomar o controle da Câmara dos Representantes pela primeira vez em quatro anos.

Já a disputa pelo Senado está apertada demais para que se faça uma previsão. Há mais caminhos para uma vitória republicana do que para os democratas, que detiveram uma estreita maioria nos últimos dois anos.

De acordo com o relatório Cook Political Report, que combina diversos dados para avaliar cenários possíveis, na Câmara dos Representantes — que tem 435 assentos em jogo — os republicanos podem vencer aproximadamente 212 assentos. Eles teriam que vencer apenas seis das 35 disputas mais competitivas para conquistar a maioria.

Dez desses assentos já são ocupados por republicanos, então a vitória nesse cenário não exigiria a destituição de um único democrata. Seria necessário um erro significativo nas pesquisas eleitorais para os democratas manterem o domínio na Câmara. A maioria das pesquisas no momento mostra que os republicanos ganharão entre 20 e 30 assentos, o que lhes daria uma confortável maioria.

O Senado é um pouco mais simples de entender. Apenas 35 das 100 cadeiras da casa estão em aberto este ano, e há poucas disputas acirradas.

 

Fonte: BBC

PODCAST MAIS ROCK – Novidades de Sheryl Crow, The Killers, Kasabian, Suede e Slipknot