(Foto: Reprodução)

O Ceará apresentou um incremento de casos de Covid-19 em dez Áreas Descentralizadas de Saúde (ADS), conforme informações divulgadas no último Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde (Sesa). O documento traz números referentes desde a Semana Epidemiológica 41 (de 4/10 a 10/10) até a SE 44 (de 25/10 a 31/10).

Os maiores crescimentos foram registrados nas Coordenadorias de Maracanaú e Acaraú, ambas com 57,7%. Na primeira, estão incluídos, além do município sede, Acarape, Barreira, Guaiúba, Maranguape, Pacatuba, Palmácia e Redenção. Já na segunda, estão englobados os municípios Bela Cruz, Cruz, Itarema, Jijoca de Jericoacoara, Marco e Morrinhos.

A Coordenadoria de Fortaleza — que abrange também Aquiraz, Eusébio e Itaitinga — apresentou um aumento de 57,3% entre a SE 41 e a SE 45. Em números absolutos, este foi o maior porque a ADS da Capital passou de 1.428 casos entre 4 e 17 de outubro, para 2.246 casos entre 18 e 31 de outubro.

Outras ADS que apresentaram acréscimo no número de casos de Covid-19 no comparativo do mesmo período foram Baturité (2,2%), Itapipoca (6,1%), Aracati (48,4%), Russas (11%), Tauá (1,7%), Camocim (39,1%); e Cascavel (17,2%).

“As análises de incremento/redução consideraram o intervalo entre as SE 41 e 44 (duas quinzenas), acreditando ser este o período mais recente menos sujeito ao atraso na digitação das notificações, mais acentuada nas últimas semanas devido à instabilidade dos sistema oficiais”, reforça o Boletim Epidemiológico.

Óbitos

Em relação à quantidade de mortes em decorrência de coronavírus, as ADS de Fortaleza (42,9%), Maracanaú (50%), Quixadá (40%), Limoeiro do Norte (de nenhuma morte para 3), Acaraú, Camocim (200%), Iguatu (22%) e Juazeiro do Norte (9,1%) apresentaram incremento de óbitos no mesmo período.

Semana Epidemiológica 45

A Sesa apresentou, através do boletim, informações referentes à Semana Epidemiológica 45, que compreende o início de novembro, começando no dia 1º e indo ao dia 7. Porém, a Secretaria alerta que os dados da SE 45 ainda podem sofrer alterações ocasionadas por problemas internos nos sistemas de coleta de dados.

Os dados apresentados referentes à SE 45 apontam que, no estado, foram confirmados 1.338 novos casos e 16 óbitos (redução de 23,4% e 60,0%, respectivamente ao registrado na SE 44).

Na Região de Saúde de Fortaleza, foram confirmados 900 novos casos (redução de 18,2%) e 7 óbitos confirmados na última semana (mantendo); na região Norte, 117 novos casos (redução de 31,2%) e 3 óbitos (redução de 72,7%).

Já no Cariri, foram 156 novos casos (redução de 50,3%) e 5 óbitos (redução de 70,6%); noo Litoral Leste, 74 casos novos (redução de 1,3%) e 2 óbitos (aumento de 50%); por fim, no Sertão Central, 55 casos novos(redução de 37,5%) e nenhum óbito.

Fonte: Diário do Nordeste