Vigilância Sanitária, Polícia Militar e Guarda Civil Municipal realizaram operação nos dias 25, 26 e 27 de fevereiro em diversos estabelecimentos de Iguatu. Houve fiscalização no estádio Morenão, no Trussu e em vias e praças públicas da cidade.

O objetivo foi fazer com que as Normas e Decretos de contenção da COVID-19 fossem cumpridos pelas empresas e pela população, como o uso obrigatório da máscara, a apresentação do comprovante de vacina, a quantidade máxima de pessoas nas festas e a coibição do carnaval em logradouros públicos.

MPCE emite recomendação

Diante das festividades de Carnaval, o Ministério Público – MP, através da 2ª promotoria de Iguatu, recomendou que bares, restaurantes e casas noturnas cumpram com os protocolos sanitários contra a Covid-19 já previstos em decreto.

A recomendação foi publicada na quarta-feira, 23. A Vigilância Sanitária de Iguatu (VSI) divulgou ofício circular no mesmo dia reforçando as medidas.

A vigilância orienta que não será permitido interditar tampouco fechar ruas ou praças públicas para realizar Carnaval como extensão da festa dos estabelecimentos. Os órgãos ressaltam que não devem ser realizadas festas públicas e as celebrações privadas só podem acontecer com máximo de 500 pessoas em locais abertos.

DIÁLOGO MAIS – O Bullying e sua consequências