(Foto: Reprodução)

Um mineral até então desconhecido foi encontrado pela China no solo lunar, informou a TV estatal do país nesta sexta-feira (9). De acordo com o anúncio, a descoberta pode ajudar na compreensão da formação do nosso satélite natural.

Se confirmado, a China será o terceiro país a encontrar um mineral novo na superfície da Lua. Antes, Estados Unidos e Rússia já alcançaram esse feito em momentos distintos.

Dong Baotong, vice-presidente da Autoridade de Energia Atômica da China, disse que o novo mineral recebeu o nome de Changesite-(Y). A amostra foi coletada na missão Chang’e-5, em 2020, que pousou na superfície lunar.

Composição do novo mineral encontrado na Lua

O mineral é um fosfato em cristal colunar encontrado em partículas de basalto lunar. A missão recuperou amostras da Lua pesando cerca de 1731 gramas – as primeiras amostras lunares coletadas em mais de 40 anos.

A descoberta também é importante para que futuras missões lunares se preparem para o tipo de recursos que podem ser encontrados na Lua. A Comissão de Novos Minerais, Nomenclatura e Classificação da Associação Mineralógica Internacional endossou Changesite-(Y) como um novo mineral.

A missão Chang’e (nome em homenagem a deusa da Lua na cultura da China) começou em 2007 e foi responsável por um dos maiores investimentos do programa espacial chinês, conseguindo feitos extraordinários como o primeiro pouso bem-sucedido de uma sonda no lado oculto da Lua, em janeiro de 2019.

Fonte: Olhar Digital

MAIS SAÚDE – A VARÍOLA DOS MACACOS