Internado desde o dia 29 de novembro, Pelé apresentou uma piora em seu quadro de saúde e precisará de maiores cuidados dos médicos do Hospital Albert Einstein. Segundo o boletim médico, o Rei teve uma “progressão” do câncer no cólon e “requer maiores cuidados relacionados às disfunções renal e cardíaca”.

Desde setembro de 2021 Pelé está em tratamento de um câncer de cólon do intestino e periodicamente passa por internações para acertar os medicamentos. O Rei do Futebol voltou a ser internado no fim de novembro para fazer uma reavaliação do tratamento quimioterápico.

A notícia sobre a ineficácia dos remédios chegou a ser tratada pela imprensa, mas seus filhos negaram que ele estivesse em cuidados paliativos — quando não há mais chances de cura da doença e são dadas drogas apenas para aliviar as dores.

Fonte: R7