Um fato ocorrido ontem deixou muitas pessoas chocadas. Um elemento ainda não identificado jogou água quente em um animal doméstico, uma cachorra, no bairro Populares na cidade de Assaré, a mesma tinha filhotes e ainda estava amamentando.

A equipe do blog entrou em contato com a neta do dono da cachorra, ela relatou que o animal ficava a maioria do tempo solto, mas que tinha a sua casa, e sempre voltava, quando isso aconteceu a cachorra foi direto para casa, com dores agonizando por conta das fortes lesões.

Ela também informou que o animal foi levado de imediato ao veterinário, o qual disse disse que a situação era muito grave. Devido as dores e queimaduras por todo corpo, o animal não resistindo aos ferimentos mesmos com a medicação e devidos cuidados.

Vale lembrar que:

O ocorrido é previsto pelo artigo 32 da Lei nº 9.605, com alteração da lei nº 14.064/2020, e diz que abusar, maltratar, ferir ou mutilar cão ou gato, é crime. “A lei fala não é apenas de maus-tratos, mas também de abusar e ferir o cão e o gato. Esse crime tem pena de reclusão de 2 a 5 anos, multa, e proibição da guarda, além de poder ser aumentada de 1/6 a 1/3 da pena se ocorre morte do animal”. A pessoa que maltrata pode ser presa em flagrante.

Fonte: Blog Do Jocelio Leite