Superada a pior escassez hídrica da história, usinas hidrelétricas em várias regiões do País começaram a abrir suas comportas desde a última semana.

O Ministério de Minas e Energia acionou o plano de controle de cheias e abertura de comportas em muitas bacias, devido à recuperação significativa dos níveis dos principais reservatórios, que já superam 60% de armazenamento neste mês de janeiro.

Com a ocorrência de chuvas acima da média em algumas áreas do Brasil, os níveis têm aumentado rapidamente, sendo necessário acionar planos de controle de cheias e escoamento em muitas bacias.

Houve abertura de comportas nas usinas do rio Madeira, no complexo Belo Monte, e nas bacias do rio São Francisco e do Rio Grande. Para os próximos dias é esperado o início dessas operações também na Hidrelétrica de Tucuruí. Na usina de Itaipu Binacional, as comportas da calha esquerda foram abertas neste sábado.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, essas operações ocorrem por dois fatores principais: garantir a segurança das barragens, quando o volume dos reservatórios chega aos patamares máximos, e redução da demanda de energia.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema, a ocorrência de “temperaturas mais amenas em janeiro nas capitais do Sudeste, Centro-Oeste e do Sul” é um dos fatores que podem explicar a redução da demanda por energia nessas regiões

By Luís Sucupira

Jornalista - MTE3951/CE