(Foto: Reprodução)

Logo após o empate em 2 a 2 com o Fluminense, no Maracanã, que decretou a eliminação do Fortaleza na Copa do Brasil, o presidente do Leão do Pici, Marcelo Paz, divulgou um pronunciamento, em que protesta contra a arbitragem da partida desta quarta-feira (17), que valia vaga na semifinal do torneio.

O dirigente criticou os dois lances que deram origem aos gols do Fluminense, na partida no Maracanã: a marcação do pênalti, em seguida convertido por PH Ganso, e a posição de Germán Cano, autor do 2º gol, em jogada onde o Tricolor do Pici reclama de impedimento.

“Imprensa do Brasil todo está comentando. Não é coisa de torcedor do Fortaleza. Todo mundo que gosta de futebol, que acompanha futebol, viu a vergonha que aconteceu hoje no Maracanã. A comissão de arbitragem da CBF precisa rever isso, porque está acabando com o espetáculo do futebol brasileiro”, afirmou Paz. “Onde isso vai parar? Fico com a frase de um torcedor: absurdo, mas previsível”, disparou. “E olha que o árbitro de hoje (Wilton Pereira de Carvalho) vai para a Copa do Mundo”, finalizou.

Fonte: GCMAIS

PODCAST DIÁLOGO MAIS – ELEIÇÕES 2022 – O QUE FAZ UM DEPUTADO FEDERAL, ESTADUAL E SENADOR? O QUE É ESQUERDA, DIREITA E CENTRÃO?