A medida, aliada ao aumento da fiscalização, resultou em uma redução de 18% nas mortes, conforme a PRE.

 

Desde dezembro do ano passado, mudanças da lei seca deixaram a norma mais rígida. Mesmo assim, o número de condutores flagrados dirigindo sobre influência de álcool não diminuiu, pelo contrário. Segundo dados da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), de janeiro a abril deste ano, em Fortaleza e rodovias estaduais do Ceará, a quantidade de motoristas nessa situação e autuados no artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que constitui crime, aumentou 85% se comparado a igual período de 2012. Passando de 115 para 213 flagrantes.

A Polícia realiza, diariamente, dez blitze em parceria com o Detran. No Interior, os pontos de fiscalização passaram de 15 no ano passado, para 25 neste ano. Os flagrantes ocorrem próximo a restaurantes e casas de shows Foto: jl rosa

No total, 2.244 motoristas foram autuados entre a medida administrativa (artigo 165) e o crime (artigo 306), nos primeiros quatro meses do ano. Já no ano passado foram 1.744, o corresponde a um crescimento de 29%. Entre os meios que passam a ser aceitos para comprovação da embriaguez do motorista está o depoimento do policial, vídeos, testes clínicos e testemunho de terceiros.

A medida, aliada ao aumento da fiscalização, conforme o coronel Túlio Studart, comandante da PRE, resultou em uma redução de 18% no número de mortes em acidentes de trânsito, se comparados janeiro a abril de 2013 com o mesmo período de 2012. No ano passado, foram registrados 134 mortes nas estradas estaduais, enquanto neste ano foram 109.

Túlio Studart afirma que, diariamente, a PRE realiza dez blitze em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran/CE). Já no interior os pontos de fiscalização passaram de 15 no ano passado, para 25 este ano. Os flagrantes, segundo Túlio Studart, são realizados nas proximidades de restaurantes e casas de shows na Capital. Já as rodovias estaduais que apresentam uma maior quantidade de condutores trafegando sob influência de álcool são a CE 040 e a CE 85.

Diário do Nordeste