A cidade de Fortaleza é oficialmente candidata a receber a final de Copa Sul-Americana nos próximos três anos (2021 – 2023). Nesta sexta-feira, 29, o dossiê de candidatura foi enviado, por meio da Federação Cearense de Futebol (FCF), à Conmebol e agora o Castelão concorre oficialmente a sediar mais um evento internacional.

A partir de agora, um conselho da Conmebol vai avaliar todas as candidaturas e escolher as que seguem para a fase de inspeção. Se Fortaleza estiver entre as selecionadas, uma equipe da entidade Sul-Americana vem conferir as condições da cidade e do estádio, para elaborar um novo documento e submeter à escolha do conselho mais uma vez. É dessa segunda análise que saem os resultados finais.

“Receber a final de uma grande competição como a Sul-Americana representa a elevação do nível do futebol cearense, graças ao trabalho de todos nós que fazemos parte deste esporte tão apaixonante. Nossa maior expectativa é contribuir diretamente para o desenvolvimento dos objetivos das competições da Confederação Sul-Americana de Futebol que vem desde 2019 realizando suas finais em um novo formato. E, também, fortalecer ainda mais a identidade do povo cearense. Esperamos ser escolhidos como sede em uma das edições. Temos a certeza que será uma experiência única, de forma impactante e positiva a todos os envolvidos”, projetou Mauro Carmélio, presidente da FCF.

O dossiê foi feito levando aspectos do Castelão, mas também da Capital, que receberá muitos turistas em caso de sediar uma final de Copa Sul-Americana.

No Brasil, o Castelão concorrerá com o Mané Garrincha, de Brasília, a Arena da Baixada, em Curitiba, o Beira-Rio, em Porto Alegre, a Arena Pernambuco, no Recife, a Fonte Nova, em Salvador e o Maracanã, no Rio de Janeiro.

Os concorrentes internacionais são: La Bombonera, Monumental de Nuñez, Pedro Bidegain, Libertadores de América, Presidente Perón, Único de Santiago del Estero (Argentina); Nacional (Chile), Monumental e Nacional (Peru), Rodrigo Paz Delgado (Equador).

Fonte: O Povo