Cidade com a terceira maior população do Cariri, Barbalha lidera a incidência de casos de Covid-19 na região. De acordo com dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), entre os dias 17 de maio e 17 de junho, o município registrou taxa de 164 casos por 100 mil habitantes. Com o indicador, a cidade figura na quinta posição no ranking dos municípios cearenses que proporcionalmente têm as maiores taxas de transmissão da doença atualmente no Estado.

A lista é encabeçada por Quixeré (216), seguido de Guaramiranga (211), Santa Quitéria (169) e Eusébio (171). Em Juazeiro do Norte, que tem população quase seis vezes maior do que a de Barbalha, a incidência é de 66 casos por 100 mil habitantes. No Crato, segundo mais populoso da região, a taxa é exatamente a mesma (66).

Diante do indicador preocupante, a Prefeitura de Barbalha voltou a tornar obrigatório o uso de máscaras em escolas e repartições públicas. As medidas foram adotadas na última segunda-feira, 13, após recomendação do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19.

“Também estamos recomendando o uso de máscaras em locais abertos sujeitos a aglomerações e demais locais fechados. A proteção é ainda mais adequada para aquelas pessoas que tenham algum tipo de comorbidade ou que estejam com algum sintoma gripal”, frisou o coordenador da Vigilância Sanitária Municipal, Carlos Albuquerque, em entrevista à rádio CBN Cariri.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, Barbalha soma 11,7 mil casos confirmados da Covid-19 desde o início da pandemia. Desse total, 11,3 mil já se recuperaram da doença e 222 óbitos foram registrados por consequência da infecção. Até a noite desta sexta-feira, 17, o município registrava 109 casos ativos, todos com sintomas leves, sem necessidade de internação em leitos de enfermaria ou UTI.

Fonte: O Povo

 

PODCAST DIÁLOGO MAIS – A violência contra o idoso

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui