Em todo o Brasil, serão ofertadas 145 mil vagas de estágio, até o início do próximo ano FOTO: KIKO SILVA

Em todo o Brasil, serão ofertadas 145 mil vagas de estágio, até o início do próximo ano FOTO: KIKO SILVA
Em todo o Brasil, serão ofertadas 145 mil vagas de estágio, até o início do próximo ano FOTO: KIKO SILVA

As portas se abrem para o mercado de trabalho para centenas de estudantes. Começa mais uma temporada para oportunidades de estágio. Até o início de 2015, serão oferecidas 1.700 vagas remuneradas no Ceará, por meio do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). No Brasil, a oferta é de 145 mil, de acordo com informações do CIEE e do Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube). As chances são para alunos de praticamente todos os cursos dos ensinos médio, técnico, tecnológico e superior.

De acordo com o gerente do CIEE Fortaleza, Robério Henrique Costa, 72% das vagas são destinadas a estudantes no nível superior, com maior volume para os cursos de Administração, Direito, Engenharias, Pedagogia e Matemática. Costa ressalta que do total de 1.700 vagas para o Estado, 60% se destinam ao seguimento de serviços, 30% para comércio e 10% para a indústria. Nos cursos técnicos, o maior número é com foco na área de informática.

A reposição de pessoal nas empresas é outro fator que influencia a maior oferta nesta época. “Esse é um período de transição, quando os estagiários são efetivados ou desligados das empresas, e quando se encerram alguns contratos, o que explica o número de vagas”, assinala o coordenador de filial do Nube, Rafael Oliveira, ressaltando que de janeiro a março há um crescimento de 20% na disponibilidade de estágios

No País

O estágio é uma ótima forma de o estudante entrar no mercado de trabalho. “Por meio dessa atividade, o jovem tem a oportunidade de aprender a prática da área que escolheu seguir. O estagiário de ensino médio, por sua vez, será beneficiado com a aquisição de posturas comportamentais e pessoais requeridas pelo ambiente corporativo”, afirma o superintendente executivo do CIEE, Eduardo Sakemi. Quem já garantiu a vaga de estágio deve estar atento à adoção de algumas posturas que podem render, no futuro, uma efetivação na empresa. É importante que a pessoa demonstre interesse em aprender, conheça a estrutura de funcionamento do local de trabalho e se mostre comprometida também com os resultados da empresa.

Remuneração

Segundo estudo do Nube, a média nacional de remuneração de um estagiário no Brasil é de R$ 859,45, sendo R$ 964,81 para os de ensino superior, R$ 884 os de ensino superior tecnológico, R$ 670,69 médio técnico e R$ 513,73 ensino médio comum. Ainda de acordo com a pesquisa, há 20 estudantes concorrendo para cada vaga de estágio.

Como fazer

Para a inscrição no CIEE, é importante que os interessados acessem o site www.Ciee.Org.Br e atualizem seus dados. Estudantes ainda não cadastrados também podem fazê-lo gratuitamente. Caso prefiram, estes procedimentos podem ser feitos nas unidades e postos de atendimento.

Protagonista

Oportunidade de ter experiência para o mercado

O estudante de jornalismo Gabriel Salcêdo, 22, está no 5º semestre e pretende começar o ano de 2015 com um estágio. Em outubro, ele passou na seleção no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), porém, por problemas de saúde, teve que deixar a oportunidade. “A faculdade e o mercado são duas linguagens diferentes. O estagio é importante para que eu adquira experiências, para que eu esteja preparado quando chegar no mercado de trabalho”. Salcêdo pretende estagiar nas no rádio ou assessoria, mas também está aberto para experiências em outras áreas.

 

Gabriel Salcêdo

Estudante

 

Mais informações

 

Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE)

Avenida Barão de Studart, 2360, Joaquim Távora

(85) 4012-7600

 

Fonte: Diário do Nordeste