Francisca Rizeuda da Silva, 61, foi encontrada morta em uma roça nas Barreiras dos Constantinos zona rural da cidade de Iguatu. O achado ocorreu pelo período da manhã desta quarta-feira 29.

O corpo que possuía sinais de violência foi encontrado em área de mata por um tio da vítima. Conforme pericia inicial, Rizeuda tinha pelo corpo 36 perfurações. A investigação supõe que uma faca foi usada. Também foi identificada uma lesão na cabeça suspostamente decorrida de um golpe com uso de uma barra de ferro.

Nenhum objeto utilizado no crime foi encontrado próximo ao corpo. A polícia não descarta que a vítima tenha sido morta em outro local e posteriormente o corpo de Rizeuda tenha sido levado para a região.

A motivação do crime ainda segue sob investigação que trata o caso como assassinato.  A principal suspeita da autoria recai sob um primo da vítima que possui transtornos mentais e segue foragido.

A perícia forense por meio do Instituto Médico Legal de Iguatu (IML) e a Polícia Civil estiveram no local.

Com a morte de Rizeuda a cidade de Iguatu contabiliza no ano de 2022 um total de 14 homicídios. Até então o último caso dessa natureza ocorreu no incidio do mês quando Caio Ferreira Sales foi morto a tiros no bairro Vila Neuma.

PODCAST MAIS JUSTIÇA – I SIMPÓSIO DO DIREITO HOMOAFETIVO DO CENTRO SUL CEARENSE