O ex-soldado Matthew Slater acredita que deve sua vida à sua gata. O britânico teve o rosto arranhado pelo animal enquanto um incêndio tomava sua casa na cidade de York, na Inglaterra. Graças ao despertar, ele escapou do fogo. Já gata, Weller, não sobreviveu devido à inalação da fumaça.

O inglês de 49 anos, que atualmente trabalha como construtor, ainda estava dormindo enquanto as chamas que se espalharam da cozinha nas primeiras horas da última sexta-feira, 29. Ele só percebeu o fogo quando Weller pulou em sua cama e arranhou seu rosto até que ele acordasse.

“Lembro-me de tentar empurrá-la porque pensei: Por que ela está fazendo isso? Então eu abri meus olhos e vi toda a fumaça e pensei: ela está obviamente tentando me levantar”, relatou o morador, de acordo com o portal local Metro. “Acredito 100% que ela salvou a minha vida. Eu nunca teria acordado sem ela”, completou.

Apesar de perder a consciência várias vezes devido à inalação de fumaça, Matthew conseguiu ligar para a emergência enquanto tentava ir para a janela, no primeiro andar.

Weller morreu no incêndio devido à inalação da fumaça e a polícia embrulhou seu corpo em uma caixa. Matthew disse ao portal The York Press que a enterrou no quintal de um amigo e encomendou-lhe uma lápide. “Sentirei saudades dela para sempre”, acrescentou ele. “Eu a tive por cinco anos, desde que ela era um filhotinho.”

Matthew está agora hospedado na casa de um amigo. Foi criada uma página na plataforma de financiamento coletivo Go Fund Me para reconstruir sua casa, com uma meta de arrecadar 25 mil libras (cerca de R$ 186 mil, conforme a cotação desta sexta-feira, 5). Até o fechamento da matéria, o vaquinha havia arrrecado 7.816 libras.

Fonte: O Povo