A gasolina subiu em 18 dos 21 países do continente americano no primeiro semestre deste ano. É o que mostra um levantamento da plataforma global de cupons Picodi, com base nos dados oficiais dos governos de cada país.

O Brasil ficou na 15ª posição entre os países em que o combustível mais subiu. O preço da gasolina no país subiu 9,7% no primeiro semestre de 2022, de acordo com os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), após uma série de reajustes realizados pela Petrobras e o choque de oferta da commodity causado pela guerra no leste europeu, como aponta o levantamento.

O Panamá foi o país onde o insumo mais encareceu, com um aumento de 65% no preço ao longo dos primeiros seis meses do ano. Porto Rico, Costa Rica e os Estados Unidos também aparecem com destaque na pesquisa, com uma elevação no custo da gasolina superior a 40%. Em crise econômica, os argentinos presenciaram um salto de 32% no valor na hora de abastecer o automóvel.

No outro extremo da tabela e aparecendo como as exceções, Colômbia, Equador e Bolívia registram estabilização no preço do combustível no primeiro semestre de 2022, aponta a análise. Dados oficiais das três nações captaram uma variação praticamente inexistente.

O professor e economista da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Pierre Souza, explica essa subida do combustível nesses países.

Confira o ranking dos países onde a gasolina subiu

Panamá: 65%

Porto Rico: 48,7%

Costa Rica: 45%

Estados Unidos: 40,5%

Peru: 38,7%

Canadá: 37,3%

Guatemala: 35,8%

Honduras: 33,5%

Argentina: 32,6%

Paraguai: 23,9%

Nicarágua: 16,7%

Chile: 14,8%

Uruguai: 14,3%

El Salvador: 12,6%

Brasil: 9,7%

República Dominicana: 6,5%

México: 4,6%

Bolívia: 0,01%

Fonte: CNN Brasil

MAIS ROCK – Novas músicas do Interpol e do Journey e um especial em homenagem ao músico grego Vangelis