Eleitores de Iguatu votaram neste domingo (4) para eleger 5 conselheiros tutelares que irão atuar na defesa da criança e do adolescente. A votação começou com atraso em algumas seções, mas ocorreu de forma tranquila, com poucos eleitores na maior parte dos colégios eleitorais. O voto pode ser feito até às 17h, o movimento só ficou intendo nas últimas horas.

Apuração das urnas eletrônicas cedidas pelo fórum eleitoral se deu em duas horas e foi realizado no auditório do Complexo de Proteção Social. O processo foi coordenado pelo Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (CMDCA), em parceria com o Ministério Público, através da Vara da Infância e Juventude, com o promotor de Justiça Fernando Miranda.

10 representantes foram escolhidos, sendo os cinco (05) primeiros Titulares e os demais Suplentes, respeitando a ordem de votação pelo numero de mais votados. No total foram 12 candidatos.

Onde atuarão

Os eleitos passarão a atuar no município somente em 2016 em questões como conflitos familiares gerados pelo uso de drogas por adolescentes e casos de abusos sexuais estão entre as principais demandas desse conselho. As denúncias chegam pela procura espontânea da população, por meio de órgãos como os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa). Os conselheiros também recebem denúncias registradas no Disque 100.

ELEITOS
1º lugar: Cristiano Martins de Oliveira – 1041 votos
2º lugar: Jocasta Bezerra dos Santos – 888 votos
3º lugar: Gisalra Alves de Lavor –  871 votos
4º lugar: Wellington Alves – 699 votos
5º lugar: Maria Eronildes da Silva –  609 votos

SUPLENTES
Iraides Rodrigues da Costa – 604 votos
Geralda Afonso Batista de Lima – 599 votos
Renato Jameson Ludugero de Souza –  424 votos
Maroni Carvalho de Oliveira Silva –  378 votos
Alana – 270 votos