A preocupação com a variante Ômicron, do coronavírus, levou o governo a publicar uma série de medidas e restrições temporárias para entrada aqui no Brasil.

A partir do próximo sábado, dia 11, brasileiros e estrangeiros vindos de outros países deverão seguir algumas exigências. Uma delas é apresentar comprovante de que tomou a dose única ou as duas doses de vacina contra a covid-19, ao menos 14 dias antes do embarque. Caso o viajante não tenha cumprido esse prazo para aplicação da última dose, será preciso fazer uma quarentena de cinco dias aqui no Brasil. E, depois desse período, apresentar teste com resultado negativo para o coronavírus.

A dispensa da vacinação será apenas para crianças com menos de 12 anos de idade.

Outra exigência que começa a valer para quem chegar ao Brasil, por meio aéreo ou terrestre, é o teste negativo para covid. Se for um teste antígeno, deve ser realizado até 24 horas antes do embarque. No caso do RT-PCR, deve ser colhido até 72 horas antes da viagem.

Não precisam fazer o teste ou apresentar o cartão de vacinação: viajantes em ações humanitárias autorizadas pelos órgãos sanitários locais; estrangeiros migrantes que tenham situação de vulnerabilidade do país de origem reconhecida pelo Brasil, estrangeiros que venham trabalhar aqui e tenham autorização específica do governo brasileiro e ainda residentes em cidades de fronteira com o Brasil, se houver a reciprocidade de tratamento no país vizinho.

Fonte: Agência Brasil