Programa de incentivo ao Turismo foi lançado ontem e também prevê a conclusão de obras de infraestrutura que estão em andamento, que somam US$367 milhões em investimento

O Governo do Estado lançou ontem o Plano Ceará Receptivo, de incentivo ao turismo. Nos próximos dois anos, R$ 65 milhões serão investidos na promoção dos destinos turísticos do Estado, além de mais de US$ 367 milhões em obras de infraestrutura que já estão em andamento e que devem ser concluídas até 2017. Também foi lançado o aplicativo para celular, “Descubra Ceará”, com informações sobre os roteiros turísticos no Estado.

O turismo representa 11,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado. O governador Camilo Santana (PT) destacou que fortalecer o setor é estratégico para o Estado, sobretudo, para minimizar no curto prazo os impactos da crise econômica. “O turismo é um segmento em que temos grande potencial, que gera milhares de empregos e nós temos que fortalecer. O retorno dele é muito rápido. Quanto mais a gente investir agora, principalmente, neste período que vai iniciar em dezembro, será importante para minimizar os efeitos da crise econômica no Ceará”, afirmou.

Com a campanha “Descubra o Ceará”, o Governo pretende ampliar a divulgação do Estado pelo Brasil e em outros países, com publicidade, aplicativos e participação em feiras de turismo. Estão previstos R$ 25 milhões de investimentos em promoção este ano e mais R$ 40 milhões para 2016.

Ele também defendeu que além do turismo de praia, a estratégia seja a de reforçar a identidade cearense em outras vertentes como turismo de aventura, família, ecoturismo, negócios e esportes. Para este último, Camilo anunciou que até o final de novembro deve inaugurar o Centro de Formação Olímpica.

Na área de infraestrutura, o Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), que abarca investimentos na ordem de US$ 207,1 milhões, e o Programa de Valorização da Infraestrutura Turística do Litoral Oeste (Proinftur), de mais US$ 160 milhões, devem ser fortalecidos. Dentre as ações que devem ser concluídas até 2017 estão: ampliação dos aeroportos de Aracati e de Jericoacoara; duplicação das rodovias CE-040, CE-187 e CE-085; reforma do bondinho de Ubajara e recuperação de lagoas e dunas.

De acordo com o secretário de Turismo do Estado, Arialdo Pinho, todas estas ações já possuem financiamento garantido. A concessão do Aeroporto Internacional Pinto Martins e a conclusão das obras do Acquario também são consideradas prioritárias.

Repercussão

Para o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Ceará (Abih-CE), Darlan Leite, o Plano Ceará Receptivo chega em boa hora, justamente quando o mercado do turismo está aquecido em virtude do aumento do dólar, que tem estimulado a vinda do turista internacional e o aumento do turismo interno. Segundo ele, neste último feriado a taxa de ocupação dos hotéis no Estado foi de 90%. Marca superior aos 81% de 2014. Acquario e hub da Tam, segundo ele, também bons sinalizadores para o setor. “É super oportuno porque o turismo é a bola da vez”.

O presidente do Fortaleza Convention & Visitors Bureau, Régis Medeiros, também aprova a iniciativa. “Vejo com muitos bons olhos porque promoção é muito importante. Precisamos ter bom produto, mas precisamos sempre estar divulgando este produto na mídia. Se a gente não tiver em campanha, os outros estão. E quem é lembrado é quem está na mídia”.

Fonte: O Povo