Foto: Divulgação
A decisão foi anunciada na tarde desta terça-feira (5).

 

O Hospital Regional Norte (HRN) passará por uma nova inspeção em regime de urgência. A autorização da visita técnica foi aprovada por unanimidade, durante a sessão do Pleno desta terça-feira (5), após apresentação do voto do relator do processo 00763/2013-2, conselheiro Rholden Queiroz.

O processo de fiscalização irá analisar a compatibilidade dos reparos das marquises, além de todas as instalações físicas.

Segundo o Relatório de Inspeção, elaborado pelo 11ª Inspetoria de Controle Externo do TCE-CE, em exame preliminar, o desabamento da marquise na unidade hospitalar de Sobral foi ocasionado devido a “fixação dos chumbadores metálicos (parabolts) no mesmo sentido da marquise”, gerando “desgaste dos furos (aumento) no concreto provocado pelos movimentos próprios das estruturas em balanço, diminuindo a força de atrito entre o concreto e os chumbadores”, ocasionando, por consequência, o “arrancamento dos chumbadores metálicos e ruína da marquise”.

Os analistas do TCE-CE declararam que o problema no Hospital Regional Norte foi resultado, principalmente, de uma execução defeituosa de fixação dos chumbadores metálicos (parabolts) por parte do contratado Consórcio MARQUISE / EIT. O HRN é objeto do Contrato n.º 1310/2011, firmado entre a Secretária da Saúde (Sesa) e o Consórcio Marquise/EIT, com interveniência do Departamento Estadual de Rodovias (Dert), atual Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE).

A primeira vistoria dos técnicos do TCE foi solicitada pelo Presidente, conselheiro Valdomiro Távora, um dia após o incidente ocorrido no equipamento de saúde, no último dia 17 de fevereiro.

Fonte: www.cearaagora.com.br