Teatro da Ribeira dos Icós. Foto de Honório Barbosa

O Teatro da Ribeira dos Icós tem uma agenda lotada até o fim do ano. Neste e nos próximos dois meses, haverá apresentação de filmes, peças teatrais, musicais.

O Teatro é o mais antigo do Ceará e um dos mais antigos do Brasil, construído em 1860 em estilo neoclássico pelo médico, historiador e arquiteto francês, Pedro Thebérge.

O coordenador do Teatro, Yuri Guedes, disse que há um esforço e parceria entre os seis grupos de teatro da cidade para ocupação do espaço, apresentação de espetáculos e formação de plateia.

Confira programação:

29 e 30 de outubro –> “Laço Incandescente” – Companhia da GEMMA

12 e 13 de novembro –> Lançamento do EP “Café Molotov” de Dru Lucca

19 e 20 de novembro –> “Os Três Porquinhos” – Grupo Sinceratos de Teatro

26 e 27 de novembro –> “E agora, Godot?” – Grupo de Theatro Arte da Ribeira (GTAR)

03 e 04 de dezembro –> Recital Fundação Raimundo Fagner de Orós

10 e 11 de dezembro –> “Romeu e Julieta” – Finalização da turma do curso de Teatro da Escola de Teatro Ribeira dos Icós

17 dezembro –> “Borogodó” – 3V Style Companhia de Dança

18 a 30 de dezembro –> Reservado manhã e tarde para oficinas do Festival da Cultura Icoense – ICOZEIRO (Parceria) – Datas a divulgar pelo Festival

20 e 27 de dezembro –> Cine Boró (AMICÓ)

28 de dezembro –> Cine dos Icós

PÚBLICO E NÚMEROS

Além de receber a eventos realizados por instituições públicas municipais, estaduais e federais, o espaço ampliou sobremaneira a pauta destinada ao ensaio de grupos de teatro e de dança e a espetáculos nos finais de semana, com apresentações locais, regionais e nacionais, a exemplo da Mostra Transcendental de Teatro.

Em números estimados, passaram pelas cadeiras do Teatro Municipal da Ribeira dos Icós cerca de 3,1 mil pessoas até o momento em 2016. Mais de 25 finais de semana até o momento foram ocupados com programação artística, com a presença de mais de 30 apresentações (espetáculos) diferentes, sobretudo na área de teatro, mas também com apresentações de dança, música e cinema, através do projeto Cine dos Icós e exibições em sistema de parceria, como o lançamento do curta metragem “Coelho”, da Companhia WSA do Teatro, e do filme “Alone”, produzido no Cariri cearense.

Além do uso do espaço interno do prédio, também foi ampliado a ocupação do mesmo, com as programações especiais que aconteceram na calçada, com os 100 anos do Samba, em parceria com a Banda de Música Maestro Gonçalo Farias dos Santos; e “Canela In Concert”, com apresentação dos professores e alunos do Núcleo de Música Sobrado Canela Preta.

Além de apresentações especificamente no final de semana, apresentações especiais como a parceria com a UFCA, através da ProCult e do projeto Circuladô, com uma apresentação do Coral da UFCA ocorrida durante a semana no horário da tarde.

O Teatro recebeu espetáculos, apresentações e exibições de Icó, Jaguaribe, Limoeiro do Norte, Rio de Janeiro, Juazeiro do Norte e Potengi.

Fonte: Diário Centro Sul