Para Ricardo Barros (Saúde), país não será capaz de sustentar todos os direitos. O ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP-PR), afirmou que o Brasil não vai mais conseguir sustentar todos os direitos determinados pela Constituição, como o acesso universal ao sistema público de saúde, e precisará rever o modelo no futuro. “Vamos ter que repactuar [como] outros países que tiveram que repactuar as obrigações do Estado porque eles não tinham mais capacidade de sustenta- lás”, disse á Folha de São Paulo “Não adianta lutar por direitos que não poderão ser entregues pelo Estado.” Barros afirmou que a melhoria dos sistemas de informação e de gestão será a marcada sua administração. Ele pediu agilidade à Agência Nacional de Saúde para evitar que a judicialização eleve custo de operadoras e valor dos planos.

Greve dos agentes penitenciários

A greve dos agentes penitenciários do Ceará deve ser protocolada nesta manhã em um contexto de fuga, escavação para resgate e morte de presos em unidades prisionais. Visitas devem ser suspensas durante a paralisação, alerta sindicato. O presidente do Sindicato dos Agentes penitenciários Valdomiro Barbosa, prevê que a greve dos agentes penitenciários comece à 0 hora do dia 21 de maio, por prazo indeterminado, caso as reivindicações não sejam atendidas. As principais reivindicações seriam reajuste da gratificação de risco de 60% para 100%, auxílio alimentação e concurso para três mil vagas e participação no sistema de metas da Secretaria da Segurança da redução de criminalidade. Durante a greve, as visitas aos presos devem ser suspensas. A Sejus diz que ainda não foi notificada acerca da decisão do sindicato de protocolar a greve. (O povo)

Reunião de líderes na Câmara

Os líderes partidários se reúnem na tarde desta terça-feira (17) com o presidente em exercício da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), para definir a pauta de votações da Casa nesta semana. Esta será a primeira reunião de líderes após os afastamentos do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato parlamentar e da presidência da Casa e da presidente Dilma Rousseff. A pauta da Câmara está trancada por quatro medidas provisórias e três projetos de lei do Executivo com urgência constitucional vencida. As propostas são de autoria do governo Dilma Rousseff e abordam temas de interesse nacional como a MP 712, que define ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus Zika e da dengue.

Sessão solene para homenagear Campanha da Fraternidade 2016

Por iniciativa do deputado estadual Carlos Matos (PSDB), a Assembleia Legislativa realizará nesta quarta-feira, às 19 horas, no Plenário 13 de maio, sessão solene em homenagem à Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE 2016), que, neste ano trouxe para a reflexão o tema “Casa Comum, nossa responsabilidade” e o lema bíblico “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”, (Am 5.24). Bispo, padres e assessores da CNBB serão homenageados na Assembleia. A Campanha da Fraternidade é uma idealização da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, e nesta edição ecumênica contou com o apoio do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC).

Temer debate com centrais sindicais a Reforma da previdência

O presidente em exercício Michel Temer decidiu criar um grupo de trabalho com as centrais sindicais para apresentar, em 30 dias, uma proposta sobre a reforma da Previdência. Um grupo de trabalho com representantes de centrais sindicais e do governo vai discutir a reforma previdenciária e em 30 dias deve apresentar uma proposta de alteração nas regras. Na opinião das centrais sindicais, há alternativas de financiamento para a Previdência que não seja a mudança na idade dos trabalhadores para ter direito ao benefício, como o aumento da arrecadação por meio da formalização do trabalho e a criação de impostos por meio da legalização dos jogos de azar.

Governo interino promove a troca de comando de BNDES, Petrobras e BB

Maria Silvia Bastos Marques será presidente do banco de fomento. Petrolífera também terá nova liderança, e Pedro Parente, que foi ministro da Casa Civil de Fernando Henrique Cardoso, é cotado para o cargo. Gustavo do Vale, ex-Infraero, assumirá o Banco do Brasil. O nome de consenso para a Caixa Econômica Federal é Gilberto Occhi, ex-ministro da Integração e das Cidades. O novo governo revê atos na Educação e Bolsa Família. De acordo com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, os partidos não indicaram mulheres para ocupar os ministérios. Apesar disso, Padilha disse que um dos postos mais importantes, a chefia de gabinete da Presidência, é ocupada por uma mulher, Nara de Deus Vieira.

Índice de confiança em queda

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgado hoje (16) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), atingiu 41,3 pontos em maio, o maior patamar em 16 meses. Apesar da alta, o índice segue abaixo de 50 pontos. Quando o Icei fica aquém desse número, ainda há falta de confiança. A CNI informou que o crescimento do índice em 4,5 pontos frente a abril foi o mais expressivo desde o início da série histórica do Icei, em janeiro de 2010. Na comparação com maio de 2015, houve crescimento de 1,7 pontos.

Avalição pós impeachment

Uma ala do PT quer proibir que a sigla se alie, nas próximas eleições, com partidos que fecharam questão pró-impeachment de Dilma Rousseff. A tese será debatida nas reuniões do PT que acontecem nesta semana. Nesta terça-feira, haverá encontro do diretório nacional petista.

Avaliações no Estado

O governador Camilo Santana (PT) reuniu seu secretariado nesta segunda-feira, no Palácio da Abolição, em clima de avaliação do quadrimestre e, claro, projeção de como ficarão projetos que dependem recursos oriundos do governo do presidente em exercício Michel Temer. Os impactos para o município em clima de governo do presidente em exercício de Michel Temer (PMDB).

Ministro quer falar de aborto com igreja

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, quer envolver as igrejas na discussão sobre aborto. Ele reconheceu que o País enfrenta problema relacionado ao tema. “É uma entre outras mazelas que precisam ser cuidadas pelo poder público.”

IguatuMotofest 2016

O esperado evento promete movimentar a cidade nos próximos dias. Principal evento turístico no semestre, será realizado de 18 a 22 deste mês através de programação diversificada com a participação de grupo motoqueiros de várias regiões do nordeste. Organizadores acreditam na presença do maior numero de visitantes, um fato estimulante para rede hoteleira e comércio da cidade.

Maratona politica

Equipe da gestão tem até outubro na agenda visitar obras iniciadas pela gestão atual no município principalmente na área da saúde, infraestrutura, mobilidade urbana e educação. Oportunidade para o prefeito explicar outras promessas de campanha não realizadas também. Tem as obras inacabadas e outras precisando de manutenção. Com a mudança de governo não culpara a União.

Assuntosnet: Terça-feira (17) de maio, 2016. Acesse e opine sobre a reprodução das sinopses, com noticias da imprensa e blogs, tópicos e comentários de responsabilidade do colunista Silvani Soares. Boa leitura!