Foto: Arquivo Modelo

Foto: Arquivo ModeloA seca, enquanto fenômeno climático que dizima o rebanho, transforma a paisagem e oprime ainda mais os agricultores e suas famílias virou o tema central da Semana do Meio Ambiente da Escola Modelo de Iguatu, cujas atividades foram iniciadas no último dia 20 de maio se estendendo até 07 de Junho.

Foto: Arquivo Modelo

Lilia Pontes, coordenadora do Ensino Médio explicou que a escolha do tema ‘Seca’ foi estratégica pelo fato de 2013 ser um ano atípico do fenômeno, e também para que os alunos aprendam sobre as causas da seca, suas consequências para os seres humanos, animais e vegetais e as possíveis intervenções para minimizar seus efeitos devastadores.

Nesta quarta, 05, Dia Nacional do meio ambiente, as equipes de coordenação programaram visita dos alunos e professores nas emissoras de Rádio, para falarem sobre os apanhados nos trabalhos de pesquisa, aulas de campo e atividades em grupo. Na Rádio Mais FM está prevista a participação de estudantes do Ensino Médio.

Também no dia 05 estão programadas outras atividades como ‘Café Sertanejo’, apresentação dos corais, ‘Nos Campos do Abandono’, e ‘Cio da Terra’e Leilão de Artes. Nos dias 06 e 07, acontece a ‘Gincana de Alimentos’, apresentação do coral ‘Súplica Cearense’ e ‘Desfile Ecológico’ pelas ruas do centro, com encerramento na praça Alcântara Nogueira.

Durante o período de realização da programação os professores programaram atividades pedagógicas que incluíram ‘aulas de campo’ na região do Cariri, Pesquisas sobre os tipos de vegetação da região, apresentações de teatro e dança, distribuição de água e alimentos em comunidades atingidas pela estiagem, visita às margens do Rio Jaguaribe, produção e apresentação de documentário, palestras nas comunidades rurais dentre outras.

A Escola Modelo foi buscar a participação de órgãos dos governos que lidam quase que diariamente com as situações da seca, como a Cogerh, a Ematerce e a Conab, para darem suporte às atividades dos alunos.