Na ocasião as idealizadoras do projeto e coordenadora do CREAS esclareceram as dúvidas do rotarianos quanto ao tema - (Foto Thiedo Henrique/Mais FM)

O Rotary Club de Iguatu e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS firmaram parceria no projeto “Café com Prosa”. O projeto tem como objetivos buscar através dos entes governamentais e não-governamentais, discutir sobre o cuidado e a proteção das crianças e adolescentes, proporcionando reflexões e ações sobre o tema e os direitos fundamentais dos mesmos, constituindo-se em práticas de enfrentamento do trabalho infantil, além de tentar conscientizar a população para não contribuir financeiramente com as práticas de vendas ou de “esmola”.

Única cidade do estado do Ceará a instituir data oficial sobre o tema por meio de projeto de lei aprovado na Câmara Municipal de Iguatu, a partir o dia 05 de setembro de cada ano o CREAS, junto aos parceiros, passará a promover o debate com a sociedade civil sobre o combate ao trabalho infantil, garantindo o fortalecimento de políticas públicas que amparem as crianças e jovens, dizimando possíveis explorações físicas, psicológicas ou sociais.

A data, conforme coordenadora do CREAS local, Saschia Bandeira, deu-se pela tradicional feira agropecuária EXPOIGUATU. “Identificamos que no período da feira são registrados vários casos de incidência dentro e fora do parque, os direitos da criança estão sendo violados. E essa parceria estende com mais força as atividades de orientação no período acerca do combate ao trabalho infantil” disse.

Compromisso

A parceria implicará a assinatura de um termo de comprometido da entidade com o CREAS, no objetivo de fiscalizar a entrada de ambulantes e locatários de espaços, que possam expor crianças e adolescentes à situação de trabalho infantil, e no financiamento de uma peça publicitária que vise inibir “ajuda” através de dinheiro por parte de quem circula no semáforo entre o supermercado e o parque.

A ocasião serviu para os rotarianos esclarecerem eventuais dúvidas quanto ao tema. “Quando uma criança trabalha, diminui o seu tempo disponível para convivência familiar, para brincar, estudar e aprender. O trabalho infantil é a porta de entrada para as demais violações de direitos de crianças e adolescentes”, pontuou Nathalia Freitas, psicóloga, uma das idealizadoras do projeto.

Apesar de o presidente atual não se encontrar mais à frente do cargo no período da festa quando o projeto for desenvolvido, a entidade abraçará a causa. “O presidente do Club na próxima EXPOIGUATU será Marcos Ageu, mas a causa é nobre e o Rotary abraça essa inciativa. Vamos conversar com os coordenadores da festa e traçar planos visando o êxito do projeto e do festejo como um todo”, afirmou Vinicius Mendonça.

Além do Rotary Club, o ‘Café com Prosa’ já estreitou parceiras com mais representações do município. “Já firmamos parcerias com a Secretária de Saúde, imprensa escrita e falada, Câmara de Vereadores e conselhos de direito abraçaram a causa. A ideia é discutir a fundo a temática e incutir a cultura do denuncismo para que possamos acompanhar mais crianças, adolescentes e suas famílias visando a superação de suas vulnerabilidades”, citou Camila Machado, assistente social e também idealizadora do projeto.

Saiba mais

Atualmente em Iguatu são acompanhadas de 20 a 30 famílias, com aproximadamente 09 membros entre crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil.