(Foto: Reprodução)

O Escritório de Meteorologia do Reino Unido declarou uma emergência nacional, nesta sexta-feira (15), emitindo um alerta vermelho de “calor extremo” para partes da Inglaterra para segunda-feira (18) e terça-feira (19) da próxima semana, quando as temperaturas podem atingir recordes.

“Temperaturas excepcionais, talvez recordes, devem ocorrer na segunda-feira e novamente na terça-feira”, disse o Met Office em seu site.

“As noites também devem ser excepcionalmente quentes para o Reino Unido, especialmente nas áreas urbanas. Isso provavelmente levará a impactos generalizados nas pessoas e na infraestrutura”.

A temperatura mais alta já registrada no Reino Unido foi de 38,7°C, no Jardim Botânico da Universidade de Cambridge em 25 de julho de 2019.

No início desta semana, o órgão da Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido e o Met Office emitiram um alerta de calor de nível 3 para algumas partes do país, que exige que os serviços sociais e de saúde tomem medidas extras para proteger os vulneráveis.

O alerta vermelho, nível 4, é definido no site do Met office como sendo atingido “quando uma onda de calor é tão grave e/ou prolongada que seus efeitos se estendem para fora do sistema de saúde e assistência social. Nesse nível, doença e morte podem ocorrer entre a população saudável, e não apenas em grupos de alto risco”.

Fonte: CNN Brasil