Na semana seguinte ao aumento de quase 25% do diesel, anunciado pela Petrobras, um novo fantasma preocupa gestores públicos: a necessidade de reajuste das passagens do transporte urbano, que, historicamente, tem potencial explosivo entre a população. Protestos motivados por esse tipo de reajuste causaram mobilizações que chegaram a Brasília, pressionando até pela saída do presidente da República, como em 2013 e 2016.

A estimativa da FNP (Frente Nacional de Prefeitos) é que a alta no valor das passagens seja de pelo menos 6,6%, “para viabilizar a operação do sistema de transporte público coletivo no Brasil”, diz nota distribuída pela entidade. Segundo a Frente, a despesa com o diesel corresponde a 26,6% do custo do sistema, em média. A alta acumulada desse combustível em 2021 – isto é, antes do impacto da guerra no Leste Europeu – já era de 65,5%.

A situação reforça argumento dos prefeitos em defesa da aprovação de projeto de lei dos senadores Nelsinho Trad (PSD-MS) e Giordano (MDB) que prevê repasse federal de R$ 5 bilhões por ano para bancar a passagem gratuita oferecida a idosos com mais de 65 anos, determinada por lei federal.

Diante do novo cenário, com a defasagem dos preços agravada pela alta nos combustíveis, os gestores já falam em “colapso”. “O que já era emergencial é agora inadiável”, declara Edvaldo Nogueira, prefeito de Aracaju, em Sergipe, e presidente da FNP. “O valor previsto, de R$ 5 bilhões, corresponde a pouco mais de 8% dos custos do transporte, mas é uma saída que vai aliviar a situação dramática dos sistemas de transporte neste momento, que foram especialmente afetados durante a pandemia”, avalia Nogueira, em resposta ao blog, reforçando que “o compromisso de prefeitas e prefeitos é de evitar, a todo custo, o aumento no valor das passagens com a aprovação do projeto”.

“Se antes o PL nos serviria como um respiro para pensarmos em alternativas a médio prazo para o setor, agora é aquilo com que contamos para o Brasil não parar”, comentou.

Fonte: Portal R7

DIALOGO MAIS – 28 DE JUNHO DIA DO ORGULHO GAY