(Foto: Reprodução)

Jean Carlos Tavares da Silva, de 30 anos, foi morto dentro do próprio comércio, uma pizzaria, no bairro Jangurussu, em Fortaleza. O homem, que era considerado um líder comunitário, realizava trabalhos sociais dentro do residencial Luiz Gonzaga.

O homem também seria pastor evangélico. Ele tinha antecedentes criminais, porém conforme pessoas próximas, ele não tinha mais envolvimento com o crime. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS),  Jean possuía passagem por estupro e tráfico de drogas.

A vítima estava dentro da pizzaria quando foi surpreendida pelos criminosos e foi atingida com tiros. Ele foi socorrido por meios próprios à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do São Cristóvão, mas não resistiu aos ferimentos.

Os homens teriam chegado a pé e chamado a vítima pelo nome. A Polícia Civil esteve na UPA e realizou levantamentos sobre o caso.

Fonte: Opovo